Entenda o que é o modelo AIDA e sua utilidade nas vendas

Entenda o que é o modelo AIDA e sua utilidade nas vendas

Para compreender o comportamento do consumidor, várias teorias já foram criadas. Umas delas é o modelo AIDA, que é muito antigo, porém, extremamente útil nos dias atuais. Criado por Elias St. Elmo Lewis, pioneiro da Publicidade e Propaganda, o modelo explica que existe um processo para guiar o consumidor até a compra. 

O processo descrito por Lewis defende que é preciso captar a atenção do consumidor, manter o interesse, criar o desejo de compra para então levá-lo a decidir que é preciso comprar.

Lewis, que começou na Publicidade e Propaganda no final do século 18, jamais poderia imaginar que um dia existiria a internet e que seu modelo criado anteriormente para criação de anúncios impressos serviria também para elaboração de estratégias de Marketing Digital.

Contudo, antes de aplicar o modelo AIDA é importante saber qual persona sua marca deseja alcançar. Pois, não adianta conhecer o método e não conhecer o público alvo, afinal, a estratégia deve ser pensada com foco em quem receberá a mensagem. Existem diversos fatores importantes que influenciam no comportamento e consequentemente na decisão de compra de um consumidor, como idade, estilo de vida, cultura, motivações, trabalho, nível de escolaridade entre outros.

Sabendo isso, vamos conhecer as etapas. AIDA significa Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

Atenção – Esse é o primeiro passo e o mais importante. Pois, caso não dê certo, as outras etapas não farão sentido. É preciso conquistar a atenção do possível cliente, isso significa fazer com que as pessoas continuem a ler ou ouvir aquilo que você produziu. Para isso não existe uma fórmula padrão, pois depende do objetivo da sua estratégia, do momento e principalmente do público alvo.

Interesse – Se na etapa anterior você conseguiu a atenção, é preciso mantê-la, e para isso o conteúdo do seu anúncio deve ser relevante para quem está lendo. Como a estratégia deve ser focada na persona, a pessoa deve se identificar com a mensagem do seu anúncio para permanecer.

Desejo – Neste momento é preciso transformar o interesse em desejo para que o interessado chegue de fato a compra. É nessa etapa que o possível cliente deve sentir vontade de obter os atributos que seu produto ou serviço têm, compreender que a oferta é irrecusável ou até mesmo acreditar que aquilo que está sendo ofertado é uma necessidade para vida dele.

Ação – Nesta etapa o potencial cliente deve realizar a compra do que está sendo oferecido. No universo digital, essa etapa.

Deixe uma resposta